Ser Veterinário não é só cuidar de animais.
É sobretudo amá-los não ficando somente nos padrões éticos de
uma Ciência Médica.
Ser Veterinário é acreditar na imortalidade da natureza e
querer preservá-la sempre mais bela.
Ser Veterinário é ouvir miados, mugidos, balidos, relinchos e
latidos, mas principalmente entendê-los e amenizá-los.
É gostar de terra molhada, de mato fechado, de luas e chuvas.
Ser Veterinário é não se importar se os animais pensam, mas
sim, se sofrem.
É dedicar parte de seu ser à arte de salvar suas vidas.
Ser Veterinário é aproximar-se de instintos.
É perder medos.
É ganhar amigos de pêlos e penas, que jamais irão decepcioná-
lo.
Ser Veterinário é ter ódio de gaiolas, jaulas e correntes.
É perder tempo apreciando rebanhos e vôos de gaivotas.
É permanecer descobrindo, através dos animais, a si mesmo.
Ser Veterinário é ser o único capaz de entender rabos
abanando, arranhões carinhosos e mordidas de afeto.
É sentir cheiro de pêlo molhado, cheiro de almofada com
essência de gato, cheiro de baias, de curral de esterco.
Ser Veterinário é ter coragem de penetrar em um mundo
diferente e ser igual.
É ter a capacidade de compreender gratidões mudas, mas, sem
dúvida alguma, as únicas sinceras.
É adivinhar olhares, é lembrar de seu tempo de criança, é
querer levar para casa todos os cães vadios sem dono.
Ser Veterinário é conviver lado a lado com ensinamentos
profundos sobre o amor e a vida.
“Todos podemos nos formar em Veterinária, mas nem todos nós
seremos Veterinários”.

Anúncios

Mudanças…

junho 11, 2009

Eu mesma escrevi isso dia 18/07/2005. Quatro anos se passaram e hoje eu tenho a completa certeza de que o que fica para trás deve realmente ser deixado lá, no passado…bem escondido..mas não deve ser jogado na caixa preta do cérebro, e sim jogado fora como algo que não presta mais. O mais triste é ler isso e saber que eu pareço estar parada no tempo e que muito disso eu poderia re-escrever agora…Vou deixar aqui para vocês lerem e refletirem…Bom feriado 🙂

Há muito tempo venho me perguntando se tudo isso vale a pena, se estou no caminho certo, se…e percebi que minha vida é repleta de “e se”. Tem certas coisas que eu jamais fiz, seja por impossibilidade ou covardia. Outras das quais, nos momentos de dor, me arrependo. Mas existem aquelas que mesmo sabendo dos riscos, eu fiz! Recapitulando os ultimos 8 anos da minha vida, eu vejo que alguns desses riscos poderiam ter sido evitados. Mas não foram…E por isso passei esses anos imersa em sonhos impossíveis e sentimentos confusos. E hoje me pergunto: porque? para que? Infelizmente não sei a resposta…

Vejo também quantas pessoas entraram e passaram pela minha vida nesses anos. Algumas já foram, outras ficaram ou retornaram…Outras ficarão sempre no meu coração mesmo tendo partido para “casa”. Mas o sentimento? Aquele que também surgiu nesses anos…esse permanece! Aliás, por mais dificil e confuso que seja, ele cresceu! E se tornou algo forte, sólido, inquebrável, intocável, insuportável…mas estranho e longe! E ao mesmo tempo que preenche a alma, deixa também um grande vazio no peito. Confuso? Nem me fale! Convivo com essa confusão há mais tempo do que julgo necessário. Às vezes penso que talvez ainda não tenha sido tempo suficiente, que algo vai acontecer, que vai ser bom..e caio da cama! Sonhos, mais sonhos! E vou continuando sem respostas.

A unica coisa que sei ao certo é que no final da contas eu acabo é tendo raiva de mim mesma…Raiva por não entender, por não ser capaz de decifrar os enigmas, ou de recuar quando é preciso e ir atrás quando se é o certo a fazer. Raiva por amar demais e não saber porque, nem se é certo ou real…E também medo! Medo de não saber se algum dia as respostas virão, se acabarei sozinha e machucada…medo de não ter a coragem suficiente de me entregar ou de não conseguir dizer não na hora certa! E com tudo isso percebo que a cada dia que passa meu coração parece perder um pedaço e as cicatrizes vão aumentando…Percebo que já não sou mais a pessoa de antes, que vivia sorrindo e fazendo planos. Vejo que a realidade pode ser muito dura e bem diferente dos contos de fada que sonhei todos esses anos…E que somos humanos o suficiente para ficarmos doentes com isso, que o peito dói tanto quanto na dor física e que sim, somos capazes de morrer de amor…

E só resta esperar que um dia o mistério seja solucionado. Ou quem sabe devo desistir, entregar os pontos e dar a vitória ao inimigo, mesmo sem saber o que ou quem ele é…Mas a sensação no peito é tão estranha que mesmo se desistir, o sentimento parece ter vida propria, ser imortal…

Mas vendo por outro lado esses anos foram mágicos. Naquele lado bem masoquista, diga-se de passagem. Mas o que seria de mim afinal sem esse sentimento que, mesmo quando transformado em dor, é especial e único…é, com certeza, parte de um grande aprendizado…E eu faria tudo de novo! E seja qual for ele, estou disposta a correr o risco, porque não quero mais “e se” na minha vida! Se tiver que ter algum arrependimento, tudo bem. Pelo menos terei a certeza de que fiz minha parte. Que venham mais anos pela frente..e se possível, respostas. E se tiverem que ser mais enigmas, tudo bem! Se no final de tudo eu descobrir que valeu a pena, pelo menos saberei que mesmo o pior dos dias não foi em vão!

Flavia Graça Melo

Eis que, entre os dias 06/06 (Hoje) e 07/06, a Lua entra em seu estado quase cheio. O conflito aqui envolve carreira versus necessidade de divertimento. É bem provável que você, Flavia, venha a perceber de uma maneira bastante clara todas as coisas que lhe incomodam em seu trabalho ou estudos, e perceba a importância de relaxar e também dar vazão à sua criança interior, permitindo-se atos de diversão. A prioridade aqui ainda é o lado lúdico e o prazer, aproveite bem, pois em alguns dias você estará entrando num ciclo de muito trabalho!

Sonhar

maio 13, 2009

Assim, depois de muito esperar, um dia como qualquer outro decidi triunfar.

Decidi não ficar à espera das oportunidades e fui procurá-las.

Decidi ver cada problema como a oportunidade de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto como a oportunidade de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia como a oportunidade de ser Feliz.

Naquele dia descobri que o meu único rival eram apenas as minhas debilidades e que estas são a única e melhor forma de me superar.

Naquele dia deixei de ter medo de perder e comecei a ter medo de não ganhar.

Descobri que não era o melhor e que talvez nunca o tenha sido.

Deixou de me importar quem ganhara ou quem perdera.

Agora simplesmente me importa ser melhor que ontem.

Aprendi que o difícil não é chegar ao topo, mas sim nunca deixar de subir.

Aprendi que o maior sucesso que posso alcançar é o ter direito de chamar a alguém de “AMIGO”.

Descobri que o amor é mais do que uma simples paixão. O amor é uma filosofia de vida.

Naquele dia deixei de ser o reflexo dos meus poucos sucessos alcançados e comecei a ser a minha própria luz do meu presente.

Aprendi de que nada serve ser luz se não for para iluminar também o caminho da Humanidade.

Naquele dia decidi mudar tanta coisa.

Aprendi que os sonhos são apenas para transformar em realidade e desde esse dia que não durmo para descansar. Agora apenas durmo para sonhar.

A Lua

maio 11, 2009

M – E – D – O

A importância de aquietar-se e fazer silêncio

Neste momento, Flavia, em que o arcano XVIII brota como carta conselheira, a recomendação veemente é a de que você procure se aquietar e não realizar movimentos. Existem fases em que a vida praticamente exige que “tiremos o nosso time de campo”, a fim de avaliar as coisas com maior inteireza e sagacidade. Você não está enxergando as coisas com clareza neste momento e, por isso mesmo, é melhor não agir do que tomar atitudes tolas que depois lhe conduzirão ao arrependimento.

Procure investigar seus sonhos e dar mais atenção à sua voz interior. Evite o contato com conselhos de outras pessoas, tente, ao menos por um tempo, voltar-se para o mais profundo de sua alma. Você poderá evitar muitos problemas futuros, a partir desta atitude. Na dúvida, afinal, o melhor é não agir.

Conselho: Momento de recuar.

A – M – E – I

O 9 de Ouros emerge como arcano conselheiro do Tarot neste momento de sua vida, Flavia, sugerindo que é chegada a hora de admirar os frutos das suas atitudes bem tomadas. É chegado o tempo de compreender o seu valor e sua importância, a despeito de algumas pessoas não terem olhos para isso. À medida que você toma consciência de sua singularidade e do quanto você é especial, os outros não têm escolha, a não ser lhe respeitar e admirar – e até mesmo invejar. Mas não tema a inveja, caso ela surja. As únicas pessoas não-invejáveis são as medíocres e isso é uma coisa que você não quererá ser.

Conselho: Tome consciência do seu valor pessoal!

Marte na casa 3

DE: 09/05 (Ontem), 13h24
ATÉ: 21/06 , 7h19

Nos próximos dias que vão de 09/05 (Ontem) até 21/06, o planeta Marte estará transitando pela sua terceira casa astrológica, Flavia. Este é um momento de ir direto ao ponto nas conversas, fazendo valer suas opiniões de uma forma consistente e objetiva. Obviamente, isso pode chocar as pessoas um pouco – ou até muito -, mas esta qualidade franca pode ser muito positiva, se você souber dosá-la e emití-la nos momentos adequados.

A mente e o intelecto neste período ficam mais afiados e ativos, e você perceberá que está tomando as decisões mais rapidamente. A fala e a inteligência serão seus grandes aliados neste momento. É um momento particularmente interessante para você ter “aquela conversa” que, por um motivo ou outro, vinha adiando ou protelando. A qualidade do momento envolve “colocar os pingos nos is”.

“Há algum lado negativo disso?”, você pode estar se perguntando. Como tudo o que ocorre no céu, há sentidos construtivos e destrutivos para todo e qualquer aspecto. O lado menos interessante deste trânsito de Marte, Flavia, envolve uma tendência a se envolver demais em discussões, comprando brigas e gastando energias em debates estéreis. Tome cuidado para não falar sem pensar, ou defender pontos de vista com veemência demais. Quando temos certeza demais das coisas, tendemos a gerar defensividade nos outros, que se colocarão contra nós mesmo se perceberem que estamos corretos.

Uma certa predisposição à pressa e à precipitação pode sugerir o risco de acidentes no trânsito ou incidentes em passeios e viagens, assim como brigas por puro exagero com parentes próximos (principalmente irmãos ou amigos-irmãos), vizinhos e colegas de trabalho. Convém ter atenção e prudência, Flavia!

DE: 06/05 (Hoje), 12h27 ATÉ: 09/05 , 0h01

Nesta próxima fase que vai de 06/05 (Hoje) a 09/05, a Lua estará quase cheia, Flavia, e ocupando o nono setor zodiacal. Há aqui uma pequena contradição: sua alma está começando a sentir que precisa expandir-se para novos horizontes, conhecer novas pessoas, fazer novos contatos, aprender coisas novas, ir para lugares não antes navegados. Todavia, o Sol na quarta casa ilumina seu mapa informando-lhe que ainda não é tempo, mas brevemente será. Neste período, é mais do que possível que você venha a perceber uma leve “abertura” de novos canais: pessoas que lhe procuram, promessas de novos estudos ou de passeios e viagens. Tenha atenção, porque esta fase é boa para um planejamento daquela que virá depois, daqui a alguns dias, que envolve muita diversão e folia! Mas você ainda precisa passar pela fase de Lua Cheia, pela desestabilização emocional temporária, para então abraçar o período posterior, mais alegre e luminoso.

RENOVAÇÃO

maio 4, 2009

Marte em trigono com Sol natal

DE: 04/05 (Hoje), 8h14 ATÉ: 18/05 , 17h43

 Energização pessoal, Flavia! Neste período, que vai de 04/05 (Hoje) até 18/05, o planeta Marte estará entrando em harmonia com o seu Sol pessoal, intensificando o uso da sua força de vontade, o que lhe possibilita lutar mais pelas coisas que você deseja, organizando suas capacidades, habilidades e recursos com o fito de atingir objetivos específicos.

A vitalidade está favorecida neste momento, e inclusive é favorável que você pratique esportes nesta fase, aproveite o pique para dar movimento à sua vida. A qualidade guerreira de Marte se harmoniza positivamente com a sua vontade solar, de modo que este é um período bom para lutar pelas coisas que deseja.

A saúde entra num ciclo reativo positivo, e este pode ser um bom momento para tomar atitudes que ajudem seu corpo a melhorar naquilo que precisa ser melhorado.

A idéia para o momento, Flavia, pode ser sintetizada da seguinte maneira: esta é a hora certa para imprimir velocidade ao que você deseja. As coisas parecerão estar se resolvendo com mais facilidade, mas na verdade é você quem estará numa fase mais objetiva da vontade.

A – D – O – R – E – I

É chegado o momento, Flavia, de romper com a estagnação. O Ás de Espadas transborda como arcano de conselho para você, hoje, sugerindo que você corte implacavelmente todas as coisas, pensamentos, hábitos e pessoas que não lhe servem mais e que procure sustentar seus pensamentos e opiniões, mesmo que isso signifique desencadear antipatia nos outros. Este é um momento de renovação em sua vida, de idéias novas que fervilham e você poderá tomar as iniciativas que tirarão sua existência da rotina e do tédio. Prepare-se para uma nova e deliciosa aventura e não se preocupe tanto em ter uma “personalidade simpática” nesta fase de sua vida. Há momentos em que a atitude mais sedutora é aquela que não prima pela docilidade, mas que se compromete com a verdade. É quando sabemos que não estamos sendo simpáticos, mas estamos sendo honestos. Ainda que não agrademos, não há como negar o notável poder sedutor da pessoa que age com integridade – mesmo quando age de uma forma superficialmente antipática.

Conselho: Ser fiel à verdade gera antipatias, mas muitas vezes é fundamental!